fbpx
quarta-feira , 28 julho 2021

5 Dicas para gravar guitarra

Aproveitando o sucesso do post anterior,  resolvi postar algumas dicas para gravação de guitarras usando microfones no amplificador.

1. A guitarra e o amplificador

Toda  guitarra soa diferente. Uma telecaster nunca vai soar como uma Les Paul e nenhuma quantidade de processamento vai mudar isso. Então, se você precisa do som de uma Les Paul para esta gravação, a sua melhor aposta é ter uma disponível.

Há algumas guitarras e amplificadores que são bastante versáteis em diversas situações de gravação, mas forçando eles a soar como algo que eles não são só vai levar à frustração. Tanto um Fender Twin  como  Vox AC30 som ótimo para timbres limpos, mas são totalmente diferentes em suas características. Usando a mesma guitarra e um amplificador para cada parte de cada música fica chato um bocado, mas ter um equipamento versátil ou que atenda a necessidade do seu som ou do seu estilo musical é importante.

2. Considere o ambiente e a acústica

Não subestime o impacto do ambiente e da acústica da sala no posicionamento do amp. De um modo geral,  é ideal que o  amp esteja  bem longe das paredes e do chão um pouco. Se um amplificador pequeno não parece grande o suficiente,  tente colocá-lo em um canto para ficar mais baixo. Um tapete em frente do amp vai ajudar a manter os reflexos de entrar no microfone.

Experimente: as sugestões acima não são exatamente regras. No stúdio não tenha medo de testar, demore o tempo que for necessário para achar a melhor posição do amp ou do mic na sala.

Posicionamento dos amplificadores
Um bom exemplo de posicionamento dos amplificadores

3. Afinação, temperatura e cordas novas

Tenha o cuidado de assim que chegar ao stúdio, expor seu instrumento à temperatura da sala onde você vai tocar. Não esqueça que a afinação  de  instrumentos de madeira reage a mudanças de temperatura.

É quase uma regra mas não posso deixar de comentar: CORDAS NOVAS são de fundamental importância numa gravação. De preferência não deixe pra trocar as cordas no stúdio, troque-as em casa e toque um pouco para “amaciar” as cordas.

4. Seleção de microfone e posição

Geralmente para microfonar o amp, os microfones mais comuns a serem escolhidos são os  condesadores de diafragma grande e os dinamicos. O microfone dinâmico irá  moldar o som um pouco à sua própria característica quanto  o condensador será mais fiel à fonte. Distância, ângulo e posição afeta toda  a resposta sonora que você vai obter.

5 Dicas para gravar guitarra 1
Microfone Condensador e dinâmico

Lembre-se de uma regra básica ao microfonar o alto falante: quanto mais ao centro do alto falante você posicionar o microfone, mais ríspido e agudo será o som, ao afastar do centro indo em direção à borda, mais suave e “fechado” será o som.

microfone na borda do amp
Microfone na borda
microfone no eixo do amp
Microfone no eixo

Aproveite o tempo para experimentar e fazer tudo corretamente, não basta colocar o microfone onde parece que deve ser  o lugar ou o que trabalhou pela última vez.  SEMPRE ESCUTE. Adicionando um segundo microfone é outro desafio  que vou abordar em outro post,  mas pode ser muito interessante experimentar.

5. Dobre  !

Grave sempre uma pista a mais da mesma sessão rítmica ou solo o mais próximo possível do original. Preferencialmente usando o PAN  aberto ( uma toda pra direita a outra totalmente pra esquerda).

Não esqueça que dobrar não é o mesmo que duplicar um track. Enfatizando então, dobrar significa gravar novamente o mesmo canal e não duplica-lo no software de gravação.

Experimente, seja criativo, mude a configuração do amp ou dos captadores no segundo canal. Tenho certeza que você vai descobrir sons novos como novas maneiras de mudar o seu som.

Vamos discutir este post nos comentários, discussão gera conhecimento e espero que os amigos guitarristas possam contribuir com suas experiências em estúdio e gravações!

Vamos lá!   COMENTE E DIVULGUE!!!

Sobre Diego Moreno

Fundador do site, Engenheiro de áudio, apaixonado por música, divide o tempo entre a estrada o estúdio e a constante atualização do site.

Confira também

capa limpar microfone

Como Limpar Microfones corretamente?

O guia definitivo para limpar microfones passo a passo.

17 comentários

  1. estourar as cordas no estudio e uma merda,já aconteceu comigo,não façam o msm,faça como diz no post substitua e amacie antes pra se ajeitar e afine também….bem certo….

  2. Muito bom o post!! Para quem pretende começar a se arriscar nessa vida é de grande ajuda!! =] parabéns

  3. Severo não é importante somente pelo risco de estorar é bom lembrar que cordas novas mantém um timbre mais bonito e brilhoso. Eu por exemplo conheço pessoas que usam um encordamento por faixa.

  4. Ao autor dos textos, parabéns curti muito o blog.

  5. Existe quem grave o mesmo riff 4 vezes usando o PAN (100% R , 100% L, 75% R, 75% L) Vai depender do ajuste do volume das 4 traks gravadas para não clipar como ja se sabe, depois será o ouvido que vai contar. Há quem consiga obter dessa forma 1 stereo perfeito! Não esquecer, a qualidade de gravação é o principal de tudo, mas ela não faz milagres, tem que saber tocar no timing certo para enquadrar as 4 tracks. Só assim é possível obter a melhor qualidade do efeito Tone da guitarra e amp.

    • eu acho que duas guitarras é o suficiente… nunca gravei assim com tanta guitarra o mesmo riff

      • Ja tentei algumas vezes, mas, dá muito trabalho na altura de gravação acertar com os tempos 🙂
        Existe quem dobre até 6x, para obter timbres diferentes no ambiente stereo. Assim como outras dicas com 13 milisegundos de delay por canal para causar outros ambientes.
        São dicas para para generos musicais metal.
        Nao existe regra, mas sim ter uns bons monitores que é crucial.

        Eu também so gravo 2x, e já assim tenho repetir a segunda gravação várias vezes até acertar com a primeira gravação.

  6. Olá Guitarristas de plantão , quer quiser comprar ou vender uma guitarra, veja só que legal esse site só de anúncios de equipamentos e instrumentos musicais novo e usados http://www.meuinstrumento.com.br , para anúnciar não paga nada.

  7. Muito bom esse Post…VAi ajudar muita gente a se virar poraí..parabens!!

  8. Podiam fazer um desse só que de contra baixo!

  9. olá, deixo aqui uma dica… gravem com pan a 100% e com 2 micros diferentes (tipo sm 58 e 57) cada um num altifalante diferente… vão criar um efeito de dualtone, tipo podx3 live… saude

  10. Bem legal! Estou desenvolvendo meu TCC baseado em Técnicas de gravações de guitarras vintage (anos 60 e 70). Se alguém tiver material ou informação sobre o assunto eu agradeceria. Abraço

    • Cara, que tema interessante para trabalho de conclusão! Podes me enviar para eu dar uma lida? Não se preocupe, sou formado em Direito, não tenho intenção nenhuma a não ser no conhecimento acerca do assunto. Meu TCC foi sobre a defesa do executado na execução de título extrajudicial em face do princípio do contraditório no estado democrático de direito, se quiser podemos trocar kkkkk

  11. Ainda não compreendi o termo “Dobrar”. É meio confuso, se puder me explicar eu ficarei grato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: