fbpx
segunda-feira , 29 novembro 2021

Explore ao máximo seus microfones

Na maioria das vezes, donos de home-studios tem o orçamento apertado e com apenas alguns microfones disponíveis, você pensa em gastar mais uma grana pra comprar aquele famoso microfone condensador de diafragma grande.   O que você faz?

Parcela seu microfone novo no cartão? Talvez.  Aqui está outra idéia. Que tal em vez disso, simplesmente maximizar o uso do(s) o microfone (s) que já possui e obter mais deles?

 

Explore ao máximo seus microfones 1

Use a distância como aliada

Perdoe-me se isso soa simplista, mas o quão perto ou longe da fonte que você coloque o seu microfone é uma das maiores coisas que afeta a gravação que você terá. 

Explore ao máximo seus microfones 2

Quanto mais próximo do bumbo o microfone estiver, mais kick você terá. Inversamente, quanto mais longe que mesmo microfone é colocado, a gravação terá baixas frequencias mais aparentes. Se você colocar bem perto um microfone num violão, você pode obter um som magro (ou metálico)  que pode ser perfeito para a canção em questão. Mova o microfone um ou dois palmos para trás e você terá um som encorpado e natural, dando espaço a reverberação da sala.

A  menor alteração pra  frente ou para trás pode modificar  radicalmente o timbre, característica e a dinâmica de uma gravação. Como fazer isso de modo prático?

Quando você  se preparar  para gravar qualquer coisa, sempre deixe tempo para experimentar o posicionamento do microfone, particularmente no que se refere à distância da fonte. Mesmo em um home studio com sala não tratada, não assuma que mais perto  é melhor.  A chave aqui é experimentar e descobrir qual o posicionamento ideal para o tipo de son que você procura.

leia:

 

Use a angulação como aliada

Uma maneira de realmente alterar o som do que você está gravando é simplesmente ajustar o ângulo do microfone em relação à fonte. Um grande exemplo disso é quando microfonamos um amplificador de guitarra.

Leia:

Um microfone de frente para a grade do gabinete terá um som (potencialmente brilhante e claro), enquanto angulando  o mesmo microfone para a esquerda ou para a direita 45 graus, dará a guitarra um timbre diferente, mais maduro e redondo. É verdadeiramente notável.

Este fenômeno é chamado “dentro ou fora do eixo”.  Você realmente deve experimentar  ângulos de microfone em todas as áreas de gravação. bateria e instrumentos percussivos são bastante afetados pela angulação do microfone. Vocais podem sibilar mais ou menos, dependendo do eixo do microfone. Violão pode soar mais cheio ou mais brilhante, todos com um toque simples do microfone.

Obtenha o máximo do que você já tem

Com tantos microfones para escolher para o seu estúdio, você pode facilmente ter uma dor de cabeça tentando decidir. Talvez o seu orçamento não lhe dará todas as opções. De qualquer maneira, você precisa fazer a si mesmo um favor e tirar o máximo absoluto de seus microfones atuais  antes de seguir em frente.

Não se deixe enganar pela simplicidade das duas técnicas. É como diz uma frase que diz muito sobre engenharia de áudio:  pequenos ajustes e mudanças fazem grande diferença no resultado final.

Comente e divulgue esse post, conte sua experiência, pergunte!

E fique por dentro das novidades do mundo do áudio.

Sobre Diego Moreno

Fundador do site, Engenheiro de áudio, apaixonado por música, divide o tempo entre a estrada o estúdio e a constante atualização do site.

Confira também

capa limpar microfone

Como Limpar Microfones corretamente?

O guia definitivo para limpar microfones passo a passo.

15 comentários

  1. Faça logo uma matéria indicando microfones para podcasters, no ebayexiste uma infinidade deles de marcas como: Behringer, Sansom e ai fica a duvida: Qual a melhor? e se comprar uma mesa de som pequena de 4 canais os microfones terão de ser em p2 ou usb? ou seria a caixa que se conectaria por usb com o pc? Todas essas caixas de som tem sua propria placa de som?

    • Paulo,

      É difícil fazer uma matéria como essa pelo seguinte:

      Como eu vou dar opinião sobre um produto que eu não tenho pra testar?

      O dia que tiver o patrocínio de uma loja e ela me disponibilizar uns 4 modelos de microfone, escrevo sobre eles.
      Por regra básica faça o seguinte:

      1 – Compre um microfone condensador.
      2 – Compre uma mesa de som pequena ( as entradas serão XLR )
      3 – Compre um MAC

  2. Preciso urgente de:
    Uma mesa de 4 entradas mais simples sem muitas opções de mixagem seria apenas pra obter uma qualidade melhor com a placa de som nativa dele. Encontrei este modelo ai mas não entendo as descrições dele, poderia me ajduar? http://www.ebay.com/itm/Behringer-Podcast-Studio-

  3. Boa dica!!!! Mesmo pra quem tem "GRANDES" mic´s. Audio reporter!!!! Parabens Diego!!!!

  4. "Por regra básica faça o seguinte:
    3 – Compre um MAC"

    Essa é a "regra" mais boba que já vi… não existe nada que você não possa fazer com um PC (mesmo que de maneira diferente) em áudio.
    Isso é dica de adorador de Steve Jobs querendo fazer venda pra Apple.

    • Olá Adolfo,

      Respeito sua opinião e ao contrário do que você disse, não sou fanboy da apple.

      Mas felizmente eles tem o sistema operacional mais estável do mercado, além disso, o mundo do áudio inteiro gira a favor da maça do titio Jobs.

      Não sei qual o nível profissional dos estúdios que você visita ou trabalha, porém não conheço ainda estúdio PROFISSIONAL que use PC.

      Caso ainda tenha dúvida, posso enumerar algumas razões para você abandonar o PC e partir de vez pro MAC.

      Um abraço.

      • "Respeito sua opinião e ao contrário do que você disse, não sou fanboy da apple"
        – Ok, peço desculpas pela suposição errónea, mas o seus argumentos não me parecem validar a sua declaração.

        "Mas felizmente eles tem o sistema operacional mais estável do mercado"
        – Ao custo de uma "venda casada" – quer o sistema, tem que levar o hardware. Que não é barato. O que não é problema se você tem muito dinheiro, situação que não é compartilhada por todos os mortais.

        "…o mundo do áudio inteiro gira a favor da maça do titio Jobs."
        – Desde quando? Pegando como exemplo um software bem "popular" – http://www.avid.com/US/products/Pro-Tools-Softwar… – O mesmo possui versões disponíveis para Windows e Mac OS X.

        "Não sei qual o nível profissional dos estúdios que você visita ou trabalha, porém não conheço ainda estúdio PROFISSIONAL que use PC."
        – Defina "profissional".
        – Só por que todos os que você conhece usam Mac não quer dizer que não possa ser feito de outra forma, ou que seja a melhor forma.
        – Só porque os "profissionais" utilizam, não quer dizer que seja a única opção para o Paulo. Seria o mesmo que sugerir para alguém que deseja ser piloto profissional que o único modo de começar é comprando um carro de Formula 1.

        "Caso ainda tenha dúvida, posso enumerar algumas razões para você abandonar o PC e partir de vez pro MAC."
        – Posso fazer a mesma coisa de forma reversa.

  5. "Defina "profissional". "

    – Estúdios que tenham clientes de abrangência nacional.

    "Só por que todos os que você conhece usam Mac não quer dizer que não possa ser feito de outra forma, ou que seja a melhor forma. "

    – Claro, concordo com você. Mas a minha opinião é baseada em minha experiência com PC`s e Mac`s. O windows é uma caixa de surpresa, quase todo ano ou até menos vc tem que formatar a maquina, aí se quiser uma máquina estável tem que beirar longe da internet, bla bla bla…. Não tenho paciência. Mas acredite, já pensei assim como você até comprar o meu primeiro Mac.

    "Só porque os "profissionais" utilizam, não quer dizer que seja a única opção para o Paulo. Seria o mesmo que sugerir para alguém que deseja ser piloto profissional que o único modo de começar é comprando um carro de Formula 1. "

    – Você tem razão, mas quis dizer que com o MAC poderia dar um suporte a ele mais confiável, pois não uso nada pra áudio no PC, assim como fiz pro pessoal do site Jovem Nerd. Eles compraram um MAC e estão satisfeitos.

    "Posso fazer a mesma coisa de forma reversa. "

    – O que acha de escrever um post sobre o assunto? Vai ser bacana vermos a polêmica que vai gerar o assunto, discutirmos e tal… O título do post: "Porque não usar mac. "
    Caso acha bacana a idéia, pode mandar pro meu e-mail, admin@audioreporter.com.br.

  6. Essa discussão foi massa hein! Eu uso PC mas não vejo a hora de trocar pra MAC. Principalmente por não poder usar a internet no meu computador do estúdio.

    Tenho um estúdio e escola de música em Curitiba http://www.voxdeimusic.com.br e faço bastante gravações, mixagens e produções… Sempre, SEMPRE, durante uma sessão de gravação ou mixagem, ocorre algum "bug", popular "PAU" no computador. Uso Pro Tools 10, meu PC é um Quad Core i7, 2,80 GHz, 8 Gb de Ram, sistema 64 bits e mesmo assim rola alguns problemas que em MAC com configuração menor que o meu, em estudios de amigos meus não rola…

    Infelizmente como não sou $$ e tinha alguns investimentos pra fazer, ainda não comprei meu MAC. Mas assim que der, troco! Enquanto isso, a gente se vira com PC!

    Abraço!

  7. Haha!
    Demais.
    Gostaria muito mesmo de ver o artigo "Por que não usar Mac" do Adolfo Ketzer. Não rolou??

    Estou conhecendo o blog hoje, muito bom, parabéns!

    abrazzzos

  8. Mayumi,

    Estou esperando ainda…

  9. MAC ou PC é questão de escolha pessoal, conheço pelo menos 2 "profissionais" que usam PC, Paulo Anhaia que trabalha no Midas e Campos Junior do estudio genesis hitech, embora eu saiba que o mac rende mais com o mesmo hardware não acho que ter um MAC seja básico pra se trabalhar, não mesmo, na verdade eu to correndo dos 2 e partindo pro linux. pesquisem sobre o studiolinuxbr.
    O Osx trabalha com sistema unix, o mesmo do linux, dae vem sua estabilidade, monta um core i7 ,16gb de ram e studiolinux e quero ver mac bater.
    não quero dizer que o mac é ruim, ele realmente é ótimo, apenas não acho que valha tanto.

  10. Eu não sou profissional, uso linux e nunca me incomodei com o computador. Salvo ontem, que acabou a energia elétrica no meio de uma trilha. Foi meu único imprevisto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: