fbpx
quinta-feira , 6 maio 2021

Compressão Paralela

Compressão paralela, também conhecido como “New york compression”, é uma técnica de compressão dinâmica muito popular e que vamos aprender passo a passo como fazê-la.

A compressão paralela é conseguida somando um sinal não processado, com uma versão fortemente comprimida (over comrpessed) do mesmo sinal,  reduzindo o range dinâmico e trazendo detalhes não antes audíveis e criando uma nova identidade do som original.

Quais os resultados desta técnica?

A mistura destes dois tracks resultará num maior volume médio (RMS) e um som mais “gordo”.

Não se pode ter o mesmo resultado comprimindo somente o track ?

Não.

A vantagem desta técnica é que mantem-se os picos,transientes e detalhes do som que desejamos conservar e acrescenta-se massa sonora.

Vou usar como exemplo um som de bateria pra mostrar como usar esta técnica.

Passo a Passo:

1 – Mixe a bateria normalmente enviando á saída stereo (L/R), nesse caso estou já usando uma bateria que eu mixei e já está em dois canais.

Compressão Paralela 1
Passo 1

2 – Envie para um BUS (subgrupo) as peças da bateria

ps: Particularmente quando utilizo esta técnica ,envio somente bumbo,caixa,esteira,tons e surdos.
Compressão Paralela 2
Passo 2

 

3 – Inserte neste BUS um compressor com taxas de ratio bem altas tipo 20:1 , ou também  pode ser um limiter de sua preferência.

– Ajuste o threshold para que a compressão seja quase destrutiva e resulte num bloco sonoro (nao estranhe se não parecer musical e  ficar bastante achatado, a intenção é essa )

– Envie a saída deste BUS para o stereo(L/R)

Compressão Paralela 3
Passo 3
4 – Misture o sinal “limpo“ da bateria (passo 1) com o sinal com “over compressed” (passo 4)
Compressão Paralela 4
Passo 4

 

 

Exemplo:

Exemplo de bateria não processada:

Após a compressão paralela:

 

 

Esta técnica pode ser utlizada em diversos instrumentos e em diversas situações, seja P.A. , monitor ou estúdio, mas seja coerente na dosagem, cuidado pra não exagerar pois não se esqueça que ao fazer o “over compressed” o sinal terá distorções.

Experimente e conte-nos sua experiência!

 

Sobre Tito Menezes

É colaborador do Áudio Repórter, Engenheiro de som e produtor técnico. Atualmente comanda o seu próprio estúdio móvel.

Confira também

Passagem de Som em Trio Elétrico - Carnaval Salvador 2017 | Tito Na Estrada #27 7

Passagem de Som em Trio Elétrico – Carnaval Salvador 2017 | Tito Na Estrada #27

Segunda parte de uma serie de videos sobre os bastidores do carnaval de salvador 2017. Passagem de som no carnaval de Salvador!

16 comentários

  1. Show, fazia tempo que não lia nada sobre compressão paralela, até tinha esquecido da possibilidade que ela pode dar dentro de uma mix.

    Abraço

  2. Eu tb pensei a mesma coisa… já tô pensando na possibilidade de uso ao vivo tb…

  3. Parabéns amigo pelo ótimo trabalho que estar fazendo trazendo ótimos conhecimento e informações importante do áudio ,e sobre essa tecnica já consigo fazer no som ao vivo uns loucas manobras que já fica legal ,parabéns e fica com Deus
    Roberto Cosmo

  4. Show de bola!

    Valeu mesmo Tito e AR…

    Fiz um teste inicial no Cubase 5 com vocal feminino. Muito massa! Deu um up geral na voz!

  5. Excelente publicação! Só não percebi se acabamos só por usar um bus, para onde as peças da bateria são enviadas, ou se usamos um outro bus onde inserimos o limitador explicado no passo 3. E aí a saída do bus 1 irá entrar no bus 2 ( o bus do limitador)

    Parabéns pelo site!

  6. Muito bom o papo de compresaao paralela. Ja usei algumas veses e curti muito.

  7. Márcio Candido Faria

    A cada tópico me impressiono mais 🙂

  8. Eu conseguir fazer em instrumental de rap e conseguir dar a vida a bateria precisava sem agredir nos volumes!
    Ficou mais encorpado, gostei muito!

  9. Odair Sonorização Jose

    boa noite .alguém tem alguma tabela de cálculos de instrumentos para aplicar compressor gate no bumbo e caixa

  10. Boa! já li umas 4 vezes esse artigo!
    O pessoal só não pode esquecer se verificar se é isso que a música pede, as vezes, a música precisa de uma batera (por exemplo) mais de “boinha”.
    Ouvir e saber o que quer, como já foi dito aqui no AR, é o que separa prós de aspirantes!
    Bons sons!
    Rômulo Reis
    http://www.estudioreisonline.com

  11. Duvida…Eu continuo usando os compressores individuais nos canais ? ou uso só essa compressão geral ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: