sábado , 29 abril 2017
Início / Dicas / Compressão Paralela

Compressão Paralela

Compressão paralela, também conhecido como “New york compression”, é uma técnica de compressão dinâmica muito popular e que vamos aprender passo a passo como fazê-la.

A compressão paralela é conseguida somando um sinal não processado, com uma versão fortemente comprimida (over comrpessed) do mesmo sinal,  reduzindo o range dinâmico e trazendo detalhes não antes audíveis e criando uma nova identidade do som original.

Quais os resultados desta técnica?

A mistura destes dois tracks resultará num maior volume médio (RMS) e um som mais “gordo”.

Não se pode ter o mesmo resultado comprimindo somente o track ?

Não.

A vantagem desta técnica é que mantem-se os picos,transientes e detalhes do som que desejamos conservar e acrescenta-se massa sonora.

Vou usar como exemplo um som de bateria pra mostrar como usar esta técnica.

Passo a Passo:

1 – Mixe a bateria normalmente enviando á saída stereo (L/R), nesse caso estou já usando uma bateria que eu mixei e já está em dois canais.

Passo 1

2 – Envie para um BUS (subgrupo) as peças da bateria

ps: Particularmente quando utilizo esta técnica ,envio somente bumbo,caixa,esteira,tons e surdos.
Passo 2

 

3 – Inserte neste BUS um compressor com taxas de ratio bem altas tipo 20:1 , ou também  pode ser um limiter de sua preferência.

– Ajuste o threshold para que a compressão seja quase destrutiva e resulte num bloco sonoro (nao estranhe se não parecer musical e  ficar bastante achatado, a intenção é essa )

– Envie a saída deste BUS para o stereo(L/R)

Passo 3
4 – Misture o sinal “limpo“ da bateria (passo 1) com o sinal com “over compressed” (passo 4)
Passo 4

 

 

Exemplo:

Exemplo de bateria não processada:

Após a compressão paralela:

 

 

Esta técnica pode ser utlizada em diversos instrumentos e em diversas situações, seja P.A. , monitor ou estúdio, mas seja coerente na dosagem, cuidado pra não exagerar pois não se esqueça que ao fazer o “over compressed” o sinal terá distorções.

Experimente e conte-nos sua experiência!

 

Sobre Tito Menezes

É colaborador do Áudio Repórter, Engenheiro de som e produtor técnico. Atualmente comanda o seu próprio estúdio móvel.

Confira também

Passagem de Som em Trio Elétrico – Carnaval Salvador 2017 | Tito Na Estrada #27

Segunda parte de uma serie de videos sobre os bastidores do carnaval de salvador 2017. Passagem de som no carnaval de Salvador!

  • Show, fazia tempo que não lia nada sobre compressão paralela, até tinha esquecido da possibilidade que ela pode dar dentro de uma mix.

    Abraço

    • edinho

      oparamétrico do BUS enviado fica flat ou cópia do canal original?

  • Eu tb pensei a mesma coisa… já tô pensando na possibilidade de uso ao vivo tb…

  • Roberto Cosmo

    Parabéns amigo pelo ótimo trabalho que estar fazendo trazendo ótimos conhecimento e informações importante do áudio ,e sobre essa tecnica já consigo fazer no som ao vivo uns loucas manobras que já fica legal ,parabéns e fica com Deus
    Roberto Cosmo

  • Anselmo Gonçalves

    Show de bola!

    Valeu mesmo Tito e AR…

    Fiz um teste inicial no Cubase 5 com vocal feminino. Muito massa! Deu um up geral na voz!

  • André

    Excelente publicação! Só não percebi se acabamos só por usar um bus, para onde as peças da bateria são enviadas, ou se usamos um outro bus onde inserimos o limitador explicado no passo 3. E aí a saída do bus 1 irá entrar no bus 2 ( o bus do limitador)

    Parabéns pelo site!

  • Adonay Silva

    Muito bom o papo de compresaao paralela. Ja usei algumas veses e curti muito.

  • Márcio Candido Faria

    A cada tópico me impressiono mais 🙂

  • Excelente matéria!!!

  • Joarlei Papa

    Eu conseguir fazer em instrumental de rap e conseguir dar a vida a bateria precisava sem agredir nos volumes!
    Ficou mais encorpado, gostei muito!

  • Odair Sonorização Jose

    boa noite .alguém tem alguma tabela de cálculos de instrumentos para aplicar compressor gate no bumbo e caixa

  • Boa dica!

  • Pingback: 5 Tipos de compressão - Áudio Repórter()

  • Estudio Reis Online

    Boa! já li umas 4 vezes esse artigo!
    O pessoal só não pode esquecer se verificar se é isso que a música pede, as vezes, a música precisa de uma batera (por exemplo) mais de “boinha”.
    Ouvir e saber o que quer, como já foi dito aqui no AR, é o que separa prós de aspirantes!
    Bons sons!
    Rômulo Reis
    http://www.estudioreisonline.com

  • Gledson Borba

    Duvida…Eu continuo usando os compressores individuais nos canais ? ou uso só essa compressão geral ?