segunda-feira , 17 junho 2019
Início / Resenha / Summing analógico. Porque você não deve se preocupar?

Summing analógico. Porque você não deve se preocupar?

Há um grande debate que aparece no mundo da gravação e que gira em torno do summing analógico . As pessoas dizem que a mistura “in the box” nunca soará tão boa como usando um summing analógico.

Então, o que é somar e por que  analógico é supostamente melhor?Hoje eu quero explicar brevemente as questões em mão e ajudá-lo a perceber que você não deve se preocupar.

 

O que é “errado” Com o summing Digital?

O conceito de soma é realmente simples. Quando você grava e mixa muitas faixas (seja em um console ou no computador), você eventualmente terá que misturá-los  em  uma única faixa estéreo (seu master fader), assim você pode “renderizar” um arquivo stereo final. Este processo de canalizar todas as suas faixas em conjunto é chamado de soma. Assim como na matemática, quando você vai adicionando partes terá a soma de todas elas juntas.

Isso tudo ocorreu originalmente no domínio analógico, dentro de uma mesa de mixagem. Quando a gravação e mixagem digital  foi se tornando uma realidade, as pessoas reclamaram do som da soma que estava acontecendo dentro do computador. O argumento é que, quando você gravar faixas que são digitais por natureza e somá-los juntos  no digital, você obtém uma mixagem final inferior . Diz-se que soma digital soa frio, sem vida sem punch.

 

Summing analógico

A solução para este problema,   era levar faixas individuais (ou grupos de faixas) para fora do domínio digital e somá-las juntos em uma mesa analógica  e em seguida, tomar que o sinal estéreo analógico trazê-lo e  de volta para o computador como sua trilha estéreo final. Você poderia manter a vantagem de uma gravação digital e mistura-lo em uma DAW, mas beneficiando-se do “quente, de largura, e som enorme”  da soma analógica. Essa é a idéia, pelo menos.

Por que este debate é bobagem

Existem dois grandes problemas com este debate do summing. Primeiro ele se torna uma muleta e desculpa para uma mixagem ruim. Soma analógica não vai fazer suas mixagens melhores. Mixar mais  irá ajudar a fazer suas mixagens ruins melhores .

Você precisa de experiência. Lembre-se, não há nenhuma bala mágica em gravação ou mixagem. Se houvesse, ninguém precisa aprender este ofício. Nós todos iríamos apenas sair e comprar o que precisássemos e estaria pronto uma mix perfeita.

Em segundo lugar há muitos profissionais renomados  lá fora, que não usam o summing  analógico . Eles mixam totalmente na caixa (ITB). Caras como Dave Pensado (Beyoncé, Justin Timberlake, Christina Aguilerra), Dye Charles (Ricky Martin, Bon Jovi, Sammy Hagar), fazem  toda mixagem in the box. O seu trabalho fala por si.

Ao mesmo tempo, vários outros profissionais mixam usando summing analógico. Esses caras são incríveis também  e seu trabalho falam por si.

O ponto? 

A soma analógica não é o denominador comum entre estes engenheiros de topo, mas sim  a sua habilidade e experiência.

Então, o que importa?

Agora que você sabe que este debate sobre o summing  é bobo e inútil em sua busca por melhores mixagens, você deve voltar ao que importa: mixar mais e melhor no seu equipamento. Use adequadamente a estrutura de ganho, EQ, compressão e você irá muito mais longe em sua carreira do que com um equipamento de summing analógico. eu garanto.

 

Comente e divulgue esse post, conte sua experiência, pergunte!

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

E fique por dentro das novidades do mundo do áudio.

Sobre Diego Moreno

Fundador do site, Engenheiro de áudio, apaixonado por música, divide o tempo entre a estrada o estúdio e a constante atualização do site.

Confira também

Entrevista: Rafael Fadul

Nome: Rafael Fadul Idade: 23 anos Origem: São Paulo, SP Atualmente em: Los Angeles, California …

%d blogueiros gostam disto: