segunda-feira , 9 dezembro 2019
Início / Noticias / Avid Lança ProTools 11

Avid Lança ProTools 11

Hoje a Avid divulgou as informações de seu novo Pro Tools, a versão 11. Enfim o software agora vai rodar em 64Bits e vai poder usar toda a RAM que temos disponível em nossa máquina.  Veja abaixo as principais características desse novo lançamento:

 

Processamento nativo em 64Bit
A DAE foi descontinuada, surge a AAE (Avid Audio Engine) = Mais processamento.
O Pro Tools 11 é um novo applicativo, refeito do zero.
Aplicativos em 32Bits acessam por volta de 3Gb de memória, em 64Bits teoricamente ainda não temos a quantidade de RAM disponível em nenhum sistema que chegue ao limite. Isso significa que sistemas múltiplos de Pro Tools integrados agora podem ser rodados em um único sistema, Ponto positivo para o pessoal de cinema e vídeo.
Offline Bounce
Até 150x mais rápido que o Bounce normal. 100% Sample accurate. Perfeito para podcasts e broadcasting. A cada offline bounce gerado o resultado é sempre idêntico. Pegue um bounce online e um offline com fase invertida e o som é silêncio. Especialmente útil para a produção dos stems em broadcast, como diálogos, comentários, efeitos e dublagem em outras línguas. As automações são 100% corretamente calculadas, pois tem timestamping igual aos dos clipes de áudio.
Track Freeze
Não propriamente uma função nova, mas uma técnica. É possível escolhar um stem específico no Pro Tools para fazer o bounce offline e depois reimportar o conteúdo para a sessão automaticamente e desabilitar a pista do instrumento virtual, um track freeze disfarçado.
Input e Output buffer
É possível ter um buffersize de 32 samples para ter uma latênica reduzida, mas ao mesmo tempo um buffer de saída de 2048, que é ajustado automaticamente. Isso ajuda na monitoração de baixa latência usando-se plug-ins.
Automação
Nem sempre a automação acontecia no tempo certo, mas agora toda informação de automação tem timestamping, assim como os clipes de áudio.

 

Workspace
A busca está muito rápida, basta digitar um assunto e a lista começa a aparecer. A busca é feita enquanto você digita.

 

Automação durante gravação
Quem mixa em tempo real em shows pode curtir! Agora dá para gravar automações enquanto pistas estão  sendo gravadas ou armadas para gravação. Outra opção é para o pessoal de pós produção onde se está gravando e manipulando os faders ao mesmo tempo. A automação pode ser convertida em clip gain (desde versão 10), o que facilita o delivering para o pessoal de pós.

 

Dynamic host processing
Encontra-se na caixa settings da janela Playback Engine. Este recurso ativa-se quanto não há sinal de áudio em pistas que contém plug-ins (onde há um espaço) retirando o uso de CPU enquanto há silêncio, assim o plug-in não ocupa recurso para processar nada. Ótimo para quem não tem hardware HD ou HDX.

 

Várias opções de medidores
Faders 30% mais altos na Mix window e 17 diferentes medidores que cobrem praticamente todas as opções de medidores em todos os estandards de áudio e de vídeo. Um novo medidor de redução de ganho ao lado do medidor da pista pode indicar a redução de um determinado plug-in de processador de dinâmica nesta pista ou a combinação de vários plug-ins de processamento de dinâmica nesta mesma pista. Os canais Master podem ter medidores diferentes dos medidores das demais pistas. Há outros medidores adicionais nos sends e a possibilidade de se exibir o fader da mandada para cada send. Agora pode-se ver um mini fader em todos as mandadas (Slot fechado). É possível até esconder o fader principal da pista.

 

Novas teclas de atalho
Agora é possível bypassear todos os inserts (Shift + A) ou somente os 5 primeiros slot (Shift + 1), ou todos que estão em uma mesma linha, ou apenas com processadores de dinâmica, somente os reverbs, etc.

 

Video em HD
O motor do Media Composer está integrado ao Pro Tools.
Adicionar e editar vídeos de vários formatos de alta definição (XDCAM, avid DNxHD, etc) sem transcodificação é novidade. Compatibilização de inúmeras interfaces de vídeo, como as da avid  Mojo DX, Nitrus DX, AJA e Blackmagic em uma lista extensa em um futuro próximo. Opção de tocar rapidamente entre a versão Proxy de baixa qualidade e a versão full, caso haja problemas de alocação de recursos, para poder fazer a checagem de algum detalhe importante. É possível editar de forma básica vídeo no Pro Tools.

 

RTAS não funciona no Pro Tools 11, mas as versões 10 e 11 podem coexistir na mesma máquina
Agora é possível ter as duas versões ativas na máquina, porque as versões RTAS não funcionam mais no Pro Tools 11.

 

Gráficos melhorados e compatibilizados com Retina display

 

Preço melhorado
Dados às circunstânicas da mudança entre a versão 10 para 11. Agora a atualização está a um preço muito melhor.

 

Complete Production Toolkit 2 não exite mais
Não era possível adquirir a versão HD sem o Hardware HD, mas usuários podem adquirir o upgrade de Pro Tools HD para quem tiver o Pro Tools 10 e mais o CPT2.

 

Upgrade gratuito
Quem comprou o Pro Tools no dia 7 de abril de 2013 ou depois recebe o upgrade gratuito para ao 11.

 
 

Por Daniel Raizer

Sobre Diego Moreno

Fundador do site, Engenheiro de áudio, apaixonado por música, divide o tempo entre a estrada o estúdio e a constante atualização do site.

Confira também

Entrevista: Rafael Fadul

Nome: Rafael Fadul Idade: 23 anos Origem: São Paulo, SP Atualmente em: Los Angeles, California …

%d blogueiros gostam disto: