fbpx
terça-feira , 11 maio 2021

Montando um Setup de pedais – Parte 1

Fala Galera!

Estou aqui pra ajudar um pouco a quem ta pensando em montar um setup e tá com dúvidas no que usar e como usar…

 

Com um pouco de tempo que tenho investindo tempo e grana nessa busca incansável, consegui chegar em um bom resultado. Essa busca é algo que não terá fim (Posso adiantar pra vocês hahaha! ) mas, conseguiremos chegar em um bom setup se tivermos alguns cuidados importantes na hora das nossas escolhas. O intuito aqui é,  fazer com que vocês  poupem um pouco de tempo, otimizando as escolhas.

1 – Energia e AC

Tai uma das partes mais importantes do setup, e a que deve ter sua maior atenção. A energia no Brasil  é muito ruim, certamente te dará problemas em alguns shows.  Palcos não aterrados, Ac (filtro de linha/tomadas) não aterrados, te trará sérios problemas. Sendo assim:

  • Certifique-se de SEMPRE  ligar o seu amplificador no mesmo AC/Filtro de linha que estiver ligado o AC do seu PEDALBOARD, isso certamente te ajudará a conter partes dos ruídos indesejáveis. Se possível, use um nobreak ou algum outro tipo de “proteção” pra sua energia.
  • Verifique se todas suas tomadas estão de fato,aterradas…Geralmente em estúdio elas são, mas os filtros de linha utilizados e “adaptados” ( Aquela velha loucura de tirar o pino do terra) faz com que se perca todo o trabalho feito…Isso eu comprovei a pouco tempo atrás testando com meu amigo Thiago Zambelli, que fabrica amps e foi responsável pela montagem do meu último setup.
  • Verifique com alguma pessoa que entenda do assunto, pra contabilizar o que cada pedal escolhido do seu setup precisará de energia pra alimentá-lo, essa alimentação correta te trará bons resultados sonoros e poupará trabalhos futuros.Escolha uma boa fonte pra isso…Claro que será aquela que se adeque melhor ao bolso e ao gosto.

 

2 – Pedalboard ou um case feito sobe Medida?

Eu já usei cases feitos sob medida e não obtive bons resultados estéticos e práticos, por não ter na época bons lugares que me auxiliassem nisso, com bons preços. Hoje, já existem algumas marcas nacionais boas que fazem isso, como a Guitartech, que constrói seu pedalboard de acordo com o que você quer usar e faz todo esse serviço pra você .

Montando um Setup de pedais  - Parte 1 1
Pedal Board Trailer Trash

No meu caso, eu optei por  um PEDALBOARD TRAILER TRASH, que acho muito bom e profissional. Ele vem de acordo com o que você pretende usar ( aberturas,”cortes” p/ AC,tomadas,cabos,fontes), você tem a escolha de também comprar um case ou um bag pra ele.  Eu escolhi comprar somente o pedalboard e fazer um case aqui mesmo no Brasil, somente pra guardar e transportar. Lembrando que existem boas marcas nacionais aqui que são bem bacanas, funcionais e mais baratas. Ai depende do gosto do cliente…rs!
Esse pedalboard veio com as Tomadas (não consegui encontrar delas aqui no Brasil, por isso importei) , com furos pra saída XLR (Compradas e colocadas aqui, essa saída se conecta direto a um pedal simulador de Gabinetes que tenho e que fica na parte inferior do pedalboard) e furos pra saídas e entradas P10 ( Essas , já pedi junto com o Pedalbord também).

Montando um Setup de pedais  - Parte 1 2
Parte inferior e lateral do pedal board
3 – Cabos, porque investir?

Acredito que montar um pedalboard seja uma tríade, onde tudo precisa funcionar harmoniosamente perfeito. Falando especificamente de setup de pedais, se você  não estiver com uma boa energia (Fontes),bons cabos e bons pedais…vai ficar difícil ter um som que te agrade. E pra isso, é fundamental que você escolha bons cabos.

Leia também:

Posso te assegurar uma coisa nessa minha busca : Cabos bons  são caros, mas duram muito tempo. Se a idéia é poupar tempo e dor de cabeça, esqueça essa economia de palito e busquem o melhor dentro de suas condições, claro!

A Santo Ângelo montou bons cabos sem solda, seguindo a mesma idéia dos famosos George L’s, Lava cables, que pra mim são os mais indicados. Existem Kits desses cabos que te fazem bastante feliz sem precisar usar solda nem gastar tempo nas montagens. Agora lembre-se que são cabos feitos pra ficarem parados, certamente te dará trabalho se isso não acontecer. Por que eles folgam e vão precisar ser refeitos. (O que não é nenhuma dor de cabeça). A Planet Waves tem bons cabos, custo/benefício nesse mesmo padrão KIT SEM SOLDA. Acho eles mais rígidos e complicados pra manusear mas, ainda uso alguns e duram muito. Os que predominam no meu setup hoje são os * LAVA CABLE e George L’s *

 

Na Segunda parte desse post, falaremos sobre pedais para um setup básico e a ordem de ligação dos pedais. Um abraço e até a próxima!

Sobre Théo Silva

Guitarrista e diretor musical. Há 3 anos acompanhando a cantora Margareth Menezes exercendo a função de guitarrista,Théo Silva acumula experiências em turnês pelo México,Itália e África.Ainda concilia tempo com projetos e shows paralelos.

Confira também

Montando um setup de Pedais - Parte 2 3

Montando um setup de Pedais – Parte 2

Continuando a série sobre como montar um setup de padais, caso você não tenha lido a parte 1:

12 comentários

  1. Show de bola.

  2. Parabéns Papitoooooooooo! Que massa ver vc fazendo sua parte de informar . É isso ai . Façamos nossa parte . Abç e nos vemos !

  3. Muito obrigado Theo…muito util essas dicas para quem quer montar um set com grana controlada.Aguardemos o proximo informe.

  4. Parabéns irmão, que bom saber que vc esta contribuído com a informação de quem tem duvidas de como montar seu set. Um grande abraço!

  5. Parabéns pela iniciativa, e também pela board da Trailer Trash. Elas são sensacionais!
    Esse é um ótimo artigo pra ajudar quem está se iniciando essa aventura timbrística. Muitas vezes vejo iniciantes ignorando o fator “pedal board” e indo direto para a seleção de efeitos sem pensar em nada. Sei disso porque eu mesmo comecei assim anos atrás e não importa o quanto eu me dedique, sempre vejo algo novo que me faz sentir como se fosse um “moleque”. hahaha
    Eu tenho usado um pb da Landscape que eu carrego com um soft bag há um tempo. Muito bom para levar pra estúdios e shows, mas o negócio é enorme. Também, ele comporta pedais que eu tenho acumulado nos 10 anos que tenho de efeitos (desde que larguei as pedaleiras digitais). Estou começando a revisar a utilização de alguns stomps e fazendo um check-list de quais são fundamentais. Senti-me mais inspirado ao ler este artigo.
    Muito obrigado!

    • Grande Eduardo!
      Fico feliz que o post tenha te ajudado de alguma forma, a idéia é exatamente essa…Eu tbem sentir essa necessidade de “reformar” rs! E por ter tanto tempo pesquisando esses carinhas, resolvi montar um boar que n me desse dor de cabeça.Ainda estou experimentando várias coisas mas, tenho 90% resolvido e tô fissurado no som que tenho extraido dele.O Landscape é muito bommm mesmo, já usei lá atrás…Obrigado pela força e vamos nos falando.Abraços e sons!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: